Voltar 

 Trilhar Caminhos  

     


Por veredas e caminhos, ao encontro do paraíso

O espaço envolvente da Faia
é um daqueles lugares onde ninguém fica indiferente à cultura e tradição dos habitantes locais, ao encanto dos lugares e à diversidade das paisagens. Para explorar este espaço natural, mesmo quando a albufeira está mais vazia, com os antigos muros, caminhos e propriedades que ficaram submersas, dando asas à nossa imaginação, de como ainda há alguma décadas, as populações dividiam e tratavam os seus férteis terrenos, nada melhor do que trilhar os vários caminhos.

Junto ao manto de água, em redor da aldeia a influência do antigo vale do Távora ainda se une aos hábitos piscatórios.
Passar pelas várias propriedades ajardinadas por videiras bem tratadas, percorrer as areias de toda a enseada que contorna a Faia, descansar no pinhal  junto à capela, mirar as zonas pontuadas de pomares, e nadar para duas tentadoras ilhas, seduzem a exploração.    

Num registo mais calmo, mas não isento de emoções, os passeios de bicicleta na pacata estrada municipal alcatroada Faia-Barragem, possibilitam a descoberta de toda a margem esquerda da albufeira, plena de rochedos e muros das antigas propriedades que foram submersas, onde é possível partilhar momentos únicos com a natureza, ouvir o silêncio no intervalo do canto das aves, encher os pulmões de ar puro e a alma de tranquilidade.
 

 
 
 
 
Passeios em Moto-quatro

Aventura no Sernancelhe escondido

Para conhecer outros encantos da circunscrição da Faia e contornos da região, nada melhor que participar num passeio de motto-quatro pelas serras envolventes, percorrendo magníficas paisagens, e conhecendo de perto as tradições locais.
Seja qual for o ponto de partida, o rumo a tomar será sempre para as montanhas envolventes se possível em veículos motto-quatro.
À primeira oportunidade, o veículo motorizado deixa o asfalto e entra por caminhos que só os habitantes locais conhecem, onde predominam as oliveiras, alguns pomares, pequenos vinhedos e, densos pinhais.
No percurso, as motto-quatro fazem algumas paragens para saborear a beleza dos arbustos de cheiro agradável que crescem livremente. Alecrim, uma das ervas aromáticas que, além das conhecidas virtudes medicinais, é indispensável para condimentar alguns pratos regionais.
A viagem prossegue, passando por duas calmas e velhas aldeias: Fonte Arcada e Freixinho. Descendo até à beira da albufeira pode-se aproveitar para parar, gozar a frescura de vegetação e das águas, e tomar até um banho num dos vários areais e retemperar as forças com o almoço.
 
De volta ao terreno, continua a incursão em paisagens cujas cores quentes da terra contrastam com os tons verdes das árvores.
 
A jornada não deve terminar sem passar pelo interior de Fonte Arcada, visitar a fachada da casa de D. Loba e seguidamente em Freixinho, admirar o convento de Nª Srª do Carmo.
 

BTT

Percorrer a estrada a pedal

Um passeio de BTT pela estrada municipal Faia-Barragem, num cenário composto pinhal, vinhas e lameiros, com os Patos bravos como companheiros de viagem, é uma experiência pela qual todos os amantes dos desportos de natureza devem passar.
Talvez por ser pouco povoado,a paisagem desta estrada apresenta vários atractivos para um passeio em BTT. 
As terras suaves e férteis envolventes permitem o desenvolvimento de árvores de fruto que se espalham pela paisagem, marcando-a fortemente.
Avançando pela estrada, os pinheiros que resistem aos solos graníticos e à escassez de água no verão.
Apesar de não haver grandes declives na estrada que justifiquem grandes esforços, é prudente levar água para beber e algumas fontes de calorias.
Quando se sai da estrada e se sobe ao cume das modestas montanhas, é impossível ficar indiferente ao cenário de encostas onduladas onde a albufeira aparece, inevitavelmente, como fundo.
Se o regresso à Faia, coincidir com o final do dia, então o panorama pode ser de tirar o fôlego. A vegetação rasteira, os tons rosados do pôr-do-sol e as silhuetas de Patos bravos e peixes a ondular a água, formam uma imagem de beleza singular que justifica o regresso à Faia que, além do seu antigo espaço submerso guarda tesouros tão ricos como este.

   

  Voltar